Últimas Notícias

12
dez

Egressa do Direito é aprovada em programa de mestrado da Universidade de Coimbra

             A egressa do curso de Direito da UNIFIPA, graduada em 2017, Bárbara Maccario, iniciou seu mestrado na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra  (FDUC), em Portugal, após seleção no processo para o Programa de Mestrado em Direito Civil, duração de 2 anos, categoria estudante internacional, em setembro deste ano. O convite para participar foi feito por docente da FDUC, após apresentação de seu trabalho de conclusão de curso (TCC), fruto de projeto de extensão realizado com a Profª Me. Márcia Menin. “Na oportunidade, tivemos o trabalho muito elogiado e o convite do professor da Universidade de Coimbra em conhecer o plano de mestrado na minha área”.             Bárbara iniciou o curso de Direito da UNIFIPA em 2013 e no primeiro ano já teve contato com seu primeiro projeto de pesquisa. “Com os anos, por intermédio da faculdade e de professores pesquisadores, pude conhecer mais a fundo o universo acadêmico, participando de congressos, palestras, concursos, como o CONIC, nos quais apresentamos trabalhos propondo discussão de vários temas relevantes para a sociedade”, comentou a egressa que atualmente está residindo em Coimbra. “Estou cursando o tão sonhado mestrado e todos os dias agradeço as oportunidades que Deus me deu, mas para além disso, agradeço por ter pessoas no meu caminho que acreditaram no meu trabalho, sendo a maioria delas meus professores da UNIFIPA e a própria Instituição que não mediu esforços, apoiando e incentivando todos meus passos até aqui”. A advogada ressaltou que o processo leva em consideração o currículo acadêmico do candidato ao mestrado “e neste quesito a UNIFIPA vem se destacando ao proporcionar aos alunos todas as oportunidades de conhecimento da área acadêmica, via projetos de pesquisa e extensão”.                           Exemplo de sucesso e dedicação, Bárbara deixa um recado aos estudantes de Direito: “Aproveitem o quanto puderem todas as experiências que a UNIFIPA nos proporciona; sempre lembrarei com carinho dos cinco anos do curso e desejo voltar logo para compartilhar minhas experiências e contribuir para que meus colegas alcancem também seus objetivos acadêmicos”, finalizou.  
10
dez

Projeto DNA atende mais de 60 famílias em 2018

Com mais de 60 famílias atendidas neste ano, o projeto “Investigação de paternidade por meio da coleta descentralizada de DNA” promoveu a conclusão, com rapidez, de dezenas de processos de investigação de paternidade na Comarca de Catanduva. O projeto, promovido há cerca de três anos pelo Fórum de Catanduva em parceria com os cursos de Enfermagem e Direito da UNIFIPA e em convênio com o Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo – IMESC, possibilitou o atendimento a 13 cidades da região.   O projeto é desenvolvido em fases e conta com a colaboração e participação de alunos e professores da UNIFIPA. As atividades jurídicas dos atendimentos às 129 famílias convocadas, com entrevistas e registros, foram realizadas pelos graduandos do curso de Direito; já a coleta de material biológico para investigação de DNA de 61 famílias foi feita por alunos do curso de Enfermagem. As etapas seguintes seguem os trâmites jurídicos definidos por autoridades competentes.   A supervisora do projeto na UNIFIPA, Profª Ma. Maristela Aparecida Magri, celebra os resultados obtidos em 2018. “Neste ano, quinze universitários do curso de Enfermagem participaram do projeto, número superior ao do ano passado, reforçando o comprometimento com o projeto. Além disso, a agilidade na coleta do material biológico das famílias de forma descentralizada evitou o deslocamento desnecessário até São José do Rio Preto, promovendo mais um ganho à população”, salienta Maristela.   O projeto atende as cidades de Catanduva, Itajobi, Novo Horizonte, Santa Adélia, Ibirá, Pindorama, Vila Roberto, Catiguá, Tabapuã, Novais, Taquaritinga, Urupês, Marapoama e Irapuã. Interessados em mais informações e atendimento jurídico têm que entrar em contato com a Defensoria Pública/OAB de Catanduva.   Foto: A coleta do material é feita por alunos do curso de Enfermagem.          
07
dez

Hospital Padre Albino vence a última prova social da gincana

O Hospital Padre Albino (Equipe Branca) foi o vencedor da quarta prova mensal obrigatória da I Gincana Socioeducativa da Solidariedade, promovida pela Fundação Padre Albino entre seus funcionários em comemoração aos 100 anos da chegada de Padre Albino a Catanduva. A última prova social realizada pelas equipes entre os dias 01 a 29 de novembro arrecadou cerca de 6.180 produtos alimentícios não perecíveis e materiais de higiene e limpeza. O resultado final desta prova foi: Hospital Padre Albino – 2.346,5 itens – 13.262 pontos; AME Catanduva – 962 itens – 8.417 pontos; Hospital Emílio Carlos - 674 itens – 6.339 pontos; PAS – 864 itens - 4.721 pontos; UNIFIPA – 837 itens – 4.165 pontos; Recanto Monsenhor Albino - 417 itens – 2.539 pontos; Coordenadoria Geral – 88 itens – 292 pontos; Colégio Catanduva - 0 item e 0 ponto. O encerramento da gincana será no dia 15 de dezembro próximo, às 8h30, nas dependências do Complexo Esportivo Prof. Ivo Dall’Aglio da UNIFIPA, seguido de confraternização entre todos os funcionários da Fundação. Após essa prova, o ranking geral da gincana ficou assim: 1º - Hospital Padre Albino – 33.894,5 pontos 2º - Hospital Emílio Carlos – 20.469 pontos 3º - UNIFIPA – 17.628 pontos 4º - PAS – 16.704 pontos             5º - AME Catanduva – 10.447,6 pontos            6º - Recanto Monsenhor Albino – 7.048 pontos 7º - Coordenadoria Geral – 6.693 pontos 8º - Colégio Catanduva – 2.349 pontos  
05
dez

Gincana encerra a programação dos 100 anos da chegada de Padre Albino

No dia 15 de dezembro, a partir das 8h00, no Complexo Esportivo do Câmpus Sede da UNIFIPA, será realizada a final da I Gincana Socioeducativa da Solidariedade iniciada em agosto passado e que encerra as comemorações dos 100 anos da chegada de Padre Albino a Catanduva. Na final as equipes vão disputar as provas Desafio matemático, Telefone sem fio, Quiz do livro sobre Padre Albino e provas surpresas e a vencedora receberá troféu e seus integrantes um dia de folga, além de participarem do sorteio de um brinde especial. Após o encerramento, todos os funcionários da Fundação participam de confraternização no próprio local. O presidente da Diretoria Administrativa, Dr. Amarante, disse que o grande objetivo da gincana foi alcançado, ou seja, a integração dos funcionários. “O desenvolvimento do espírito de liderança, senso crítico e companheirismo são características estratégicas de toda e qualquer boa instituição; por isso, a Fundação Padre Albino investe e desenvolve atividades que contribuem para isso”, comemora.  

bcurso direito


R. do Seminário, 281 - São Francisco
Cep: 15806-310 - Catanduva / SP
(17) 3311-4800

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ALBINO - UNIFIPA

Main Menu